Alimentação balanceada para a gestação – MATRIZ Farmácia de Manipulação

Alimentação balanceada para a gestação

Alimentação balanceada para a gestação

Logo que a mulher descobre que está grávida a alimentação deve mudar! É preciso ter em mente que é primordial se alimentar bem e de forma saudável. A mudança na alimentação deverá incluir novos alimentos ou aumentar a quantidade e excluir alguns. O post de hoje é sobre os alimentos que devem ser EVITADOS durante a gestação. Veja só:

• Adoçante Artificial – Se optar por adoçante, utilize sempre a sucralose ou xilitol – que é natural da cana de açúcar, porém, sem calorias e não gera riscos reprodutivos ou neurológicos. Mas o ideal é que não use adoçantes durante a gestação.

• Bebidas Alcoólicas – Cuidado com bebidas alcoólicas, pois, seu consumo abusivo está relacionado a problemas como aborto espontâneo, nascimento prematuro, baixo peso e complicações no parto.

• Sódios – Controlar a ingestão de alimentos ricos em sódio: temperos, bebidas, alimentos processados e industrializados.

• Alimento cru – Para evitar infecções alimentares que podem ser transmitidas ao bebê evite: carne crua ou mal passada (sushi, carpaccio, quibe cru); queijos sem rótulo ou sem o carimbo do SIF (Serviço de Inspeção Federal), queijos não pasteurizados como o brie, o camembert e queijos com veios azulados como é o caso do gorgonzola; ovos crus ou pouco cozidos e os alimentos elaborados com eles; frutos do mar crus ou mal cozidos como ostras, mariscos e mexilhões e produtos com a data de validade vencida ou que estejam em embalagem amassada ou danificada.

E os alimentos que NÃO PODEM FALTAR NO PRATO DA GESTANTE:

• Proteína: Indispensável para o desenvolvimento das células do bebê e para a placenta. Fontes: carnes em geral, ovos, leite e leguminosas como feijão, soja, grão de bico, lentilha e ervilha.

• Cálcio: Essencial para formação óssea do feto, e para a contração muscular. Fontes: Leite, iogurtes, queijos, gergelim, e alguns vegetais como brócolis. O iogurte especificamente, favorece o crescimento da flora bacteriana intestinal que aumenta as defesas do organismo e ainda diminui a formação de gases e auxilia o funcionamento do intestino.

• Vitamina D: Ajuda na formação das células e no desenvolvimento de ossos e dentes da criança. Fontes: gema de ovo.

• Vitamina C: De grande importância para o desenvolvimento, construção e reparação dos tecidos, na cicatrização, no crescimento e desenvolvimento ósseo do bebê. Auxiliam na absorção de ferro, quando consumida na mesma refeição de alimentos ricos neste mineral. Fontes: frutas cítricas, como laranja, mexerica, limão, acerola, kiwi, cereja, caju, morango, e também na batata, no repolho e no tomate. Para melhor aproveitar esse nutriente consuma sucos feitos na hora!

• Ferro: Importante na formação das células do sangue. Fontes: carnes vermelhas, leguminosas (feijão, lentilha, etc.), legumes e verduras verdes escuras e ovos. A ingestão de sucos ou alimentos ricos em vitamina C, como por exemplo, kiwi e suco de laranja, junto com as refeições melhora a absorção de ferro no organismo.

• Vitamina A: Ajuda na formação das células e no desenvolvimento de ossos e dentes da criança. Fontes: gema de ovo, vegetais verde escuros e laranjas (cenoura, rúcula) e frutas de cor alaranjada como mamão e manga.

Fonte: www.vivahealthy.com.br

×